Igreja Evangélica Verbo da Vida

Igreja Evangélica Verbo da Vida

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Sugestão de leitura - Pratique a leitura


Palavra da Fé


Fala Verbo


Suas próprias palavras

[...] aquele que, mesmo que jure com dano seu, não muda. SALMO 15.4

Embora eu tivesse-me colocado fora da perfeita vontade de Deus quando expus a minha porção de lã, fiquei firme naquela igreja durante um ano, porque assim havia combi­nado com eles. Agüentei firme.

Sou um homem de palavra.

Uma das características do peregrino espiritual é jurar, embora advenha dano próprio, não se retratando. Em outras palavras, o cristão genuíno deve cumprir as suas promessas.

Se você não aprender a ser uma pessoa de palavra, sua fé jamais terá valor. Por quê? Porque, para fazer sua fé operar, você precisa crer nas suas palavras, além de crer no seu coração: Qualquer que disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar em seu coração, mas crer que se fará aquilo que diz, tudo o que disser lhe será feito (Mc 11.23 RC).

Aquilo que você diz são as suas palavras. E você cer­tamente não crerá que as suas palavras se cumprirão, sabendo-se não ser uma pessoa de palavra!

Cumprirei a minha palavra. De outra forma, a plenitude da minha vida espiritual será afetada. Digo a verdade em todas as ocasiões. Não direi a alguém que tenho prazer em vê-lo se assim não sinto.

Encontrarei uma maneira de falar algo, sem violar minha consciência. Não vou mentir, porque isso afetaria a minha fé.

Alguém poderia argumentar: "Mas é simplesmente uma questão de ser cortês". Mas, na verdade, não é. A mentira é algo diabólico (Jo 8.44).

Confissão: "Sou uma pessoa de palavra".

(Fonte: Texto Extraído do Livro Alimento da Fé - Kenneth E. Hagin)

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Sugestão de leitura - Pratique a leitura


Palavra da Fé


Fala Verbo


Em oração

E, naquele dia, nada me perguntareis. Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu nome, ele vo-lo há de dar. Até agora, nada pedistes em meu nome; pedi e receber eis, para que a vossa alegria se cumpra. JOÃO 16.23,24

Segundo a Aliança, essa promessa em relação à oração talvez seja a declaração mais assombrosa já pronunciada pelo Homem da Galiléia.

O que Jesus quis dizer com a expressão naquele dia? Olhando para o futuro, Jesus dizia, com efeito:

"Irei embora para o Calvário. Morrerei. No entanto, serei ressuscitado dentre os mortos, subirei até as Alturas e assentar-me-ei à destra do Pai. Virão dias novos. Uma Nova Aliança ou um Novo Testamento passará a existir, e, naquele dia, nada me perguntareis". O dia em que vivemos é aquele dia novo a que Ele se referia!

Até agora nada pedistes em meu nome. Os discípulos não oravam em Nome de Jesus enquanto Ele estava na Terra, porque não teria funcionado. Não era necessário, pois, enquanto Jesus estava com eles, Ele supria todas as suas necessidades. Entretanto, chegaria o dia em que Jesus parti­ria, então, precisariam do Nome dEle. O Nome de Jesus substituiu a Pessoa de Jesus na operação dos milagres, na libertação da autoridade de Satanás e no envolvimento de Deus na situação!

Confissão: "Sou um cristão da Nova Aliança. Oro ao meu Pai em Nome de Jesus. Peço em Nome de Jesus, recebo-O, e minha alegria é completa!"

(Fonte: Texto Extraído do Livro Alimento da Fé - Kenneth E. Hagin)

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Sugestão de leitura - Pratique a leitura


Palavra da Fé


Fala Verbo


O que quiserdes

Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. JOÃO 15.7

O Senhor me disse, enquanto eu orava a respeito da morte iminente de entes queridos: "O que você disser a respeito é o que Eu farei".

Em determinada situação, o Senhor Se dirigiu a mim em uma visão e disse: "Está bem, vou dar-lhes um número maior de anos. Vou fazê-lo simplesmente porque você Me pediu. Não há pai terrestre que deseje realizar mais em prol dos seus filhos do que eu desejo fazer pelos meus, se apenas Me deixassem fazê-lo".

Por que Deus simplesmente não faz? Porque devemos cooperar com Deus pela fé!

A idéia de que Deus é um tirano que domina as pessoas, castiga duramente e age conforme quer, com ou sem a coo­peração humana, é pura ignorância.

Temos um papel a desempenhar! Graças a Deus, podemos assumir o lugar que nos pertence. O Senhor Jesus Cristo -Cabeça do Seu Corpo em todas as coisas - é prejudicado nos Seus planos e operações poderosas, porque Seu Corpo não dá o devido valor ao significado profundo da Sua exaltação e ao fato de que estão assentados com Ele à destra do Pai!

Confissão: "Permaneço em Cristo, e Suas palavras permanecem em mim. Logo, peço o que quero, e me será feito!"

(Fonte: Texto Extraído do Livro Alimento da Fé - Kenneth E. Hagin)